Universidade focada na educação sob demanda

por: Entretanto

Estudos da Pearson norte-americana detectaram que o ensino superior está começando a apresentar uma nova era de aprendizagem. Os atuais alunos e empregadores exigem currículos focados fortemente nas habilidades que o aluno necessitará no local de trabalho.

 

Na medida em que as universidades começam a utilizar tecnologia inovadora para nortear a sua prática e dar suporte ao crescimento do aluno, os caminhos para um sistema de educação mais voltado para a demanda de trabalho está começando a se tornar mais realista.

 

“A educaçã tecnológica está criando um ‘oceano digital’ de dados, no qual ambas atividades de aprendizagem, formais e informais, possam gerar informações valiosas para os educadores. A aprendizagem digital — o uso da aprendizagem totalmente ou parcialmente informatizada — está começando a preencher as lacunas da educação, e tem o potencial de criar perfis de aprendizagem mais sofisticados e portáteis”, diz uma das conclusões doo relatório.

 

Já que as universidades buscam abraçar a ideia de programas voltados para a demanda de trabalho, é fundamental que estas instituições tenham as ferramentas corretas para implementar os muitos elementos digitais necessários para tal empreendimento.

 

Uma das maiores e atuais influências para uma aprendizagem por demanda é a diferença de opinião entre alunos graduados e empregadores sobre o quão preparados os alunos estão para o mercado de trabalho.

 

Quando discutiram sobre habilidades como: organização, inovação, pensamento crítico e avaliação de informações, os pesquisadores da Pearson descobriram uma lacuna de 20 por cento, na qual os alunos acreditam que estão mais fortes nessas áreas do que os empregadores percebem.

 

Os portfólios digitais são uma maneira de resolver essa lacuna. Eles dão aos alunos atualizações constantes em relação às suas habilidades, auxiliando os professores e os alunos a focarem nas áreas que precisam ser reforçadas.

 

+ Leia mais: Alfabetização por meio da tecnologia móvel na Índia.

 

++ Leia mais: Como a tecnologia pode estimular o envolvimento infantil.

 

Banco de dados

 

Enquanto algumas instituições poderão hospedar esses dados em suas próprias redes, outras podem encontrar um terceiro “banco de dados” para salvarem suas informações.

Na Universidade da Geórgia, os administradores têm parceria com um sistema que permite que os 7 mil alunos de graduação do campus sejam avaliados por ferramentas que monitoram o trabalho curricular e extra-curricular, acessando e ajustando as avaliações de educação geral, além da avaliar suas próprias competências através de práticas de alto impacto.

 

A videoconferência oferece aos alunos consultoria com especialistas. Uma das maiores queixas dos empregadores sobre o sistema atual de ensino é o defasamento entre o material ensinado em sala de aula e a experiência necessários para vivenciarem com sucesso o mundo real.

 

De acordo com os pesquisadores da Pearson, permitir que os alunos obtenham conhecimentos contextuais sobre o local de trabalho proporciona-lhes o ingrediente que faltava, para que se tornem o colaborador que as empresas buscam.

 

Uma maneira de fazer isso é investir em tecnologia de vídeoconferência com especialistas e profissionais de diferentes esferas pertinentes aos objetivos de carreira dos alunos.

 

Para os estudos transdisciplinares da Universidade de Purdue, também nos Estados Unidos, no programa de tecnologia, seu primeiro programa de aprendizagem tecnológica baseada na competência, os seminários compõem 35% do currículo.

 

Estas ferramentas de aprendizagem permitem que os professores ofereçam videoconferências de alta qualidade para estes seminários, enquanto a mobilidade do dispositivo permite que os educadores tenham a opção de realizarem essas conferências em qualquer lugar do campus.

 

Texto originalmente publicado em Ed Tech.

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.