Fato ou ficção

por: Entretanto

Junte-se a nós para explorar as 10 maiores “verdades” no ensino da língua Inglesa.

Com a ajuda de especialistas como David Crystal, Scott Thornbury e Katherine Nielson, examinamos até que ponto estas #ELTmyths estão moldando o mundo do ensino de Inglês e o que isto significa para você.

Quando 79% dos professores de inglês concordam que a tecnologia tem transformado a aprendizagem e o ensino do Inglês, mas apenas 9% acreditam que computadores podem ser tão eficazes quanto os seres humanos para avaliar a habilidade no Inglês… você pode ser surpreendido enquanto nós desenterramos, debatemos e desmascaramos algumas das “verdades” em ensino de Inglês.

Não acredita? Entre e veja por si mesmo. …

O INACREDITÁVEL ABREVIATRON

David Crystal, lingüista, escritor, conferencista e professor honorário de Linguística da Universidade de Wales, Bangor, chama a atenção sobre fato de o text-speak ” e a linguagem de comunicação on-line estar realmente destruindo o idioma Inglês.

O MARAVILHOSO ESPELHO TRANSFORMADOR

É a aprendizagem on-line de línguas realmente inferior à aprendizagem em sala de aula? David Nunan, linguista, educador e autor coloca a questão.

O MILAGRE DA CURA DA LINGUAGEM

Pode a tecnologia educacional realmente corrigir a aprendizagem de línguas? Nicky Hockly, Diretor de Pedagogia no The Consultants-E, uma consultoria de treinamento online, pondera.

O MARTELO DA GRAMÁTICA

É a gramática o melhor modelo para a aprendizagem de línguas? Scott Thornbury, professor, instrutor, autor e professor de Estudos da Língua Inglesa da New School em Nova Iorque, examina a nossa obsessão e fascínio com o programa de gramática.

O PRODÍGIO BIÔNICO

São todas as crianças que ensinamos realmente nativos digitais? Ozge Karaoglu, professor de Inglês, especialista em integração de tecnologia no Foreign Languages Department K-12, autor e formador de professores freelance, explora a crença de que a implementação da tecnologia é mais fácil com os jovens.

A MAGNÍFICA MÁQUINA DE MARCAÇÃO

Pode um computador realmente avaliar a proficiência língua tão bem como um humano? Alistair Van Moere, Chefe de Assessment Product Solutions da Pearson, explica.

O HOMEM QUE APRENDE PELO NARIZ

Será verdade que os estilos de aprendizagem individual não são importantes? Russ Mayne, professor e tutor em uso acadêmico da linguagem (EAP), da Universidade de Leicester, investiga.

A MÁQUINA DO JUÍZO FINAL

Podem avanços no processamento da linguagem natural, inteligência artificial e a tradução automatizada em tempo real significar o fim para o ensino de Inglês? Laurie Harrison e Nick Robinson, da ELTjam, debatem.

O FANTÁSTICO CUMPRIDOR DE TAREFAS

Podemos fazer o Inglês para Fins Específicos (ESP) acessível para alunos de baixo nível? Katherine Nielson, Chief Education Officer da Voxy, discute a ideia de que a aprendizagem baseada em tarefas e recursos on-line, podem produzir resultados significativos para alunos de baixo nível de maneiras que não era possível antes.

A ESCALA DO CONHECIMENTO

Podemos realmente acompanhar o progresso em Inglês com escalas de medida? Diane Schmitt, professora de Inglês, consultora, coautora e presidente do BALEAP, percorre a escala de conhecimento para descobrir.

Para baixar o relatório e saber sobre os #ELTMyths clique aqui.

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.