Existem aspectos educacionais no jogo Fortnite?

por: Sérgio Campelo

Fortnite é o jogo sensação do momento. Lançado em 2017, pela empresa americana Epic Games, Fortnite é um jogo online de mundo aberto, competitivo, cooperativo e de sobrevivência, onde os jogadores exploram e combatem no mundo virtual. A qualidade de seus personagens e cenários, sua mecânica e as infinitas possibilidades de exploração e descobertas tornam o jogo atraente e envolvente. Com uma picareta nas mãos, o jogador derruba estruturas existentes em busca de ferramentas para construir novas estruturas como pisos, escadas e paredes e, assim, realizar suas missões:

 

O jogo é bem interessante e seus aspectos gráficos são muito bem elaborados. Os modos para jogar Fortnite são: jogo cooperativo para a realização das missões (Save the World), o modo Battle Royale, aquele em que vence o melhor na batalha, seja sozinho ou em conjunto, e o mais recente modo Playground (ou Parquinho em português), para treinar e apenas construir. Para jogá-lo de modo cooperativo, é importante que se tenha um fone de ouvido e um microfone, para que se possa interagir com os outros jogadores. Uma característica que torna o jogo mais família é que não tem derramamento de sangue e cenas impróprias para menores. Ele não é um jogo desenvolvido para a educação, mas podemos extrair alguns aspectos bem adequados para propostas educativas

 

Trabalho em equipe

 

Esse é o principal aspecto dos jogos cooperativos, o trabalho em equipe. Realizar uma missão no jogo cooperativamente faz com que cada um tenha a consciência da responsabilidade individual no êxito coletivo, e isso pode ser tirado do jogo e levado para a escola. A responsabilidade de cada um no sucesso do trabalho em grupo é fundamental, e mesmo as discussões e diferenças de pensamento e opiniões, inerentes a esse tipo de tarefas e que acontecem também durante as missões do jogo, são aspectos que podem muito bem serem trabalhados com os pequenos em sala de aula.

 

Percepção e pensamento estratégico

 

O jogador no Fortnite deve perceber onde estão seus inimigos e agir estrategicamente para vencê-lo. Além disso, conforme o desenrolar do jogo, a área de deslocamento diminui, fazendo com que o jogador também se posicione estrategicamente para seguir nas missões. Construir também é uma estratégia no Fortnite, semelhante ao famoso Minecraft, jogo de construção em forma de blocos. Conforme o jogador destrói estruturas, adquire elementos para construir paredes e rampas para se defender dos adversários. Utilizar-se de estratégias para conquistar êxitos exige criatividade, atributo fundamental para o estudante e profissional do futuro.

 

Poder de reação

 

Um dos atributos mais necessários ao jogador de Fortnite é que ele seja rápido na reação. Não basta apenas ter a percepção e a consciência do espaço e utilizar-se de estratégias, a velocidade no tempo de reação é fundamental para que se consiga vencer os obstáculos no jogo. Trabalhar o poder de percepção para uma reação mais rápida torna o jogador mais perspicaz, qualidade também necessária para a resolução rápida dos problemas encontrados nos espaços e relacionamentos sociais.

 

Análise dos elementos do cenário

 

Analisar cenários de jogos é sempre uma delícia. O detalhamento, formas, cores, seja em jogos mais expressivos ou conceituais, é sempre um material riquíssimo também para o aprendizado, e o Fortnite não foge a regra. A variedade de elementos que compõe o ambiente é espetacular: florestas, cidades, construções, a diversidade de objetos, enfim, a diversidade de elementos que compõe o cenário permite que se envolva o Fortnite em diversas disciplinas, analisando aspectos artísticos, geográficos, históricos, físicos, e assim por diante.

 

Para concluir, os jogos estão aí, fazem parte das nossas vidas e do nosso dia a dia. A indústria dos jogos cresce a cada ano (tem dúvida? A quantidade de fontes sobre isso é enorme que vale mais a pena pesquisar no Google) e a cada dia que passa ganha mais adeptos. As crianças estão crescendo jogando (ou jogando crescendo?), em casa, fazendo de seu lar um ambiente dinâmico e envolvente. Cabe a nós, educadores, trazer para sala de aula, com responsabilidade e proposta pedagógica, os recursos que envolvam o aluno no aprendizado, e não dá para não incluir os jogos nessa proposta, e até jogar um pouquinho de Fortnite no tempo livre não vai fazer mal a ninguém, não é mesmo? 😉

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.