Educando meninas em áreas de risco da África

por: Entretanto

Uma parceria entre a Pearson e a ONG internacional Camfed vem expandindo a educação e a capacitação de meninas moradoras de comunidades de baixa renda no Zimbábue e na Tanzânia. Este trabalho está beneficiando a vida de mais de 6.400 crianças de 80 escolas.

 

Essa liderança está sendo realizada por jovens educadas e treinadas para atuarem como “Learner Guides” (Guias das Alunas), sendo que estas, após as aulas, retornam às suas escolas originais, por vezes situadas em ambientes rurais, para orientar e ensinar habilidades de aprendizagem para outras crianças socialmente vulneráveis.

 

Como reconhecimento de suas conquistas, a Pearson desenvolveu e agora está oferecendo uma qualificação BTEC personalizada (qualificação vocacional na qual as estudantes adquirem habilidades específicas voltadas para uma carreira). A Pearson também está lançando uma campanha para uma arrecadação de fundos que auxiliarão as meninas que seguem para a escola secundária.

 

Agora, saiba como o programa “Camfed’s Learner Guide”, sustentado parcialmente pela Pearson, está ajudando a criar oportunidades de mudança de vida para essas jovens.

 

A educação como um veículo de mudança

 

A Pearson e a Camfed realizaram sua primeira parceria em 2013, com o objetivo em comum de transformar as oportunidades educacionais para meninas e jovens mulheres das comunidades de baixa renda na parte leste da África.

 

Esta parceria contribuiu para o desenvolvimento do programa Learner Guide da Camfed, que está redefinindo seu contexto para as jovens meninas e mulheres na África subsahariana. As “Learner Guides” são jovens voluntárias pertencentes às áreas rurais no Zimbabwe e na Tanzânia.

 

“Estamos falando de jovens de comunidades extremamente marginalizadas, tanto socialmente como economicamente”, diz Teodora Berkova , Diretora de Inovação Social da Pearson, que acompanha de perto o trabalho realizado junto à Camfed.

 

Cada uma das “Learner Guides”, com a ajuda da Camfed, superou barreiras imensas relacionadas à educação. Sendo assim, estas mulheres estão exclusivamente qualificadas para dar suporte às meninas que estejam enfrentando desafios semelhantes aos que elas enfrentaram na escola.

 

As “Learner Guides” são treinadas exclusivamente pela Camfed para ensinarem habilidades de aprendizagem e competências para a vida, com um programa de treinamento desenvolvido pela Pearson. Após o período de treinamento, elas retornam às suas escolas locais em seus vilarejos para trabalharem com as alunas mais jovens que enfrentam os mesmos obstáculos relacionados à educação que elas um dia já enfrentaram

O currículo das habilidades profissionais e de bem-estar social, chamado de: ” My better World ” (Meu mundo melhor) foi desenvolvido para aumentar a confiança e a assertividade das alunas, contribuindo também para melhorar os resultados da aprendizagem no geral.

 

O programa também proporciona às “Learner Guides” a oportunidade de alcançarem uma qualificação BTEC (Business and Technology Education Council) e de terem acesso a empréstimos sem juros para custearem suas ambições e atividades empresariais.

 

“Essas meninas enfrentam barreiras gigantescas para participarem e terminarem o currículo escolar. Há muito poucas oportunidades para as que conseguem concluí-lo”, diz Katie Smith, diretora de operações da Camfed International.

 

 Uma visão pessoal

 

Nasikiwa Duque é gerente do programa de capacitação das jovens na Tanzânia. Ela gerencia a implementação do programa “Learner Guides” no país.  Em uma entrevista recente, ela descreveu as circunstâncias difíceis que muitas jovens enfrentam:

 

“Após uma jovem finalizar o ensino secundário, há um período de seis a nove meses, durante o qual ela espera para saber se foi aprovada ou não nas avaliações finais. Para as meninas desta idade, a falta de orientação e de apoio durante este período pode deixá-las vulneráveis à exploração. E é por isso que vemos um aumento de meninas migrando para as áreas urbanas, locais onde elas estão particularmente em risco. Essas jovens meninas, sem o apoio dos pais ou da família, estão muito mais propensas à se casarem ou engravidarem jovens demais”.

 

Um novo tipo de currículo

 

Entre outras coisas, as “Learner Guides” incentivam as jovens com quem trabalham a permanecerem na escola. O currículo “My Better World” foca nas competências para a vida, complementando os currículos nacionais existentes nas escolas públicas. Foi lançado em quase 1.000 escolas na Tanzânia e no Zimbábue.

 

 

“Esta foi uma abordagem inovadora”, diz Katie. “Poucos projetos de currículo consultaram as jovens de um vilarejo rural no Zimbábue e pediu a elas que aprovassem livros didáticos”.

 

A resposta para essa inovação foi “completamente surpreendente”, conta ela: “Estas jovens compreendem as meninas das escolas das zonas rurais como ninguém, pois estiveram na mesma situação. Elas realmente investem em seus trabalhos voluntários”.

As “Learner Guides” comprometem-se a trabalhar com as alunas por um período de duas horas e meia semanais, mas, segundo Katie, estão trabalhando muito mais do que isso.

 

“Elas estão arrecadando dinheiro para manter as meninas nessas escolas e até mesmo acompanhando-as quando notam que estão prestes a abandonarem os estudos. Apenas no ano de 2015, as “Learner Guides” recuperaram mais de 4.500 crianças que haviam abandonado a escola.”

 

“Este currículo desenvolvido diretamente pelas usuárias provou sua relevância”, diz Katie. “É extraordinário o que este trabalho está fazendo pela autoconfiança e para a aprendizagem de suas alunas”.

 

Melhorando as notas e a autoestima

 

Desde então, a Camfed acompanha 38.000 crianças de ambos países africanos – de escolas nas quais havia sido implementado o currículo e outras nos quais não o implementaram. As crianças são avaliadas através de uma variedade de categorias, desde aptidões acadêmicas até suas autoestimas.

 

Após 18 meses na Tanzânia, as meninas que haviam participado do programa “Learner Guides” obtiveram o dobro das pontuações na alfabetização em comparação com as que não participaram do programa. Elas melhoraram quase cinco vezes mais na aprendizagem da matemática.

 

“O programa ainda é relativamente novo”, diz Katie Smith. “Estamos coletando uma grande quantidade de dados sobre o progresso das meninas, para que possamos demonstrar o que funciona – é difícil escolher um único componente do programa, pois parece ser a combinação das abordagens e do modelo holístico, o que de fato impulsiona os resultados das meninas”.

 

Criando novos caminhos para a faculdade e para o emprego

 

Após o sucesso inicial de suas parcerias e do programa “Learner Guides” ter possibilitado o investimento do governo do Reino Unido no desafio da educação das meninas, uma nova parte do programa foi introduzida. Em setembro de 2014, a Pearson comprometeu-se a desenvolver uma qualificação BTEC exclusiva, de nível 3, para reconhecer o trabalho de 5.000 “Learner Guides” e certificar a Camfed como centro autorizado a conceder o BTEC.

 

O BTEC é uma qualificação que se baseia na carreira, desenvolvida para proporcionar aos alunos as habilidades que eles necessitam para irem para o ensino superio e mercado de trabalho.

 

“A Camfed já está auxiliando estas meninas a enfrentarem muitas das barreiras encontradas para concluir o ensino médio”, diz a Diretora de Inovação Social da Pearson Teodora Berkova. “Nós criamos a qualificação BTEC com base nas necessidades exclusivas das “Learner Guides” e na tetativa de melhorar a potencial de empregabilidade delas”.

 

As primeiras 567 “Learner Guides” receberam suas certificações BTECs em dezembro de 2016.

 

Ajudando as jovens na Tanzânia

 

Na Tanzânia, cento e oitenta jovens estão sendo treinadas para serem novas “Learner Guides”.

 

“Há um enorme entusiasmo neste país, e em outros lugares, para que este programa se estenda além dos distritos nos quais já estamos trabalhando. Melhorar a educação das meninas é o principal foco para o desenvolvimento das metas internacionais e o nosso programa não só ajuda as jovens, como também os governos, a atingirem seus objetivos”, conta Katie.

 

“O que nós todos descobrimos, é que proporcionar educação de qualidade a uma jovem, com o apoio de uma mentora que tenha empatia e sirva de modelo, abre muitas portas”.

 

O programa “Learner Guides” educa e melhora a confianca e as habilidades das alunas durante uma fase de transição muitas vezes difícil em suas vidas. Além disso, as “Learner Guides” estão sendo reconhecidas por suas comunidades, e o respeito por essas jovens têm aumentado significativamente como resultado. O programa está beneficiando não só as “Learner Guides”, mas também as alunas nas escolas, suas famílias e até comunidades inteiras.

 

Texto originalmente publicado em Pearson Learning News.

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.