Diferenças entre alunos das gerações Z e Y

por: Entretanto

Recentemente, a Pearson lançou os resultados de seu novo relatório, “Além da geração y: a próxima geração de aprendizes”, destacando as semelhanças e as diferenças entre a geração Z (definida em idades de 14-23) e a geração Y (definida em idades de 24-40).

 

Na medida em que a geração Z ingressa na faculdade, a tecnologia já moldou suas expectativas educacionais, o que é sentido muito mais pela geração anterior de universitários tradicionais, a geração Y. A Geração Z espera experiências dentro e fora da sala de aula que sejam gratificantes, mais envolventes e menos demoradas. A tecnologia não é mais um fenômeno transformativo para esta geração, e sim, uma parte comum e que está integrada ao cotidiano desses alunos.

 

Esta pesquisa foi conduzida pela The Harris Poll, uma empresa de pesquisa de mercado global com sede em Nova York (EUA). Os resultados baseiam-se nas respostas de uma pesquisa on-line representativa de nível nacional, com a duração de 30 minutos, que contou com 2.587 entrevistados, entre as idades de 14 – 40 anos.

 

O futuro da aprendizagem

 

Os alunos que atualmente estão entrando no ensino superior sempre tiveram uma vida inserida na tecnologia. Este fator moldou suas percepções de mundo e seus hábitos de aprendizagem, principalmente se comparados aos seus antecessores imediatos.

 

Então, o que isso significa para o futuro da aprendizagem? Para responder a essa questão, primeiro temos que olhar para quem são essas gerações, como elas interagem com a tecnologia e o que elas querem de sua educação.

 

Quem são elas?

Geração Z: idades de 14-23

65%  desejam chegar ao topo da sua carreira

75% têm amigos de origens, raças e crenças diferentes

39% gostariam de ter mais tempo para passar com suas famílias

 

Geração Y: idades de 24-40

 

Quais são seus hábitos e preferências?

 

O YouTube é a plataforma líder dessas duas gerações, tendo como usuários 82% da geração Z e 67% da geração Y.

 

Geração Z: 70% utilizam Instagram e 63% utilizam as mídias sociais para compartilharem e assistirem vídeos

Geração Y: 83% usam o Facebook e 73% utilizam as mídias sociais para permanecerem conectados aos amigos.

 

 

Como eles gostam de aprender

 

Ferramentas de aprendizagem

Geração Z:

63% consideram os vídeos a melhor maneira de aprender

39% preferem aprender com um professor no comando

 

Geração Y:

65% consideram a leitura a melhor maneira de aprender

36% preferem a aprendizagem autodirigida

 

Ambiente de aprendizagem

Geração Z: 26% preferem ter aulas on-line sempre que possível

Geração Y: 45% preferem ter aulas on-line sempre que possível

 

Influenciadores do desenvolvimento pessoal

 

Geração Z: professor/professor universitário, pais, amigos/colegas

Geração Y: professor/professor universitário, mentores e pais

 

+ Leia mais: Tecnologia para professores e o fim do conflito de gerações.

++ Leia mais: Envolvendo os aprendizes e alunos da Geração Z.

 

Nossa descoberta mostra que os alunos já estão exigindo caminhos mais acelerados, mais flexíveis e mais adaptáveis. Embora seja provável que sempre haverá dem2anda para as experiências tradicionais, mais os alunos desejarão adicionar opções inovadoras em suas educações.

 

Os educadores podem descobrir como utilizar a tecnologia para ajudar a ensinar o que é complexo, com pensamento crítico e a percepção social, ainda que avancem para a aprendizagem personalizada. O foco deve estar na criação de um sistema de educação mais flexível, que ofereça suporte à aprendizagem e que atenda as pessoas onde elas estiverem na sua jornada de aprendizado.

 

Texto originalmente publicado em Pearson Learning News.

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.